sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Renova Energia obtém financiamento de R$904 mi para 14 parques eólicos

Companhia fechou acordos com o BNDES e o BNB para construir usinas que somarão 294,4MWDa redação
A Renova Energia comunicou ao mercado que obteve a aprovação de financiamentos para seus 14 projetos eólicos contratados no primeiro leilão exclusivo para a fonte, promovido pelo governo em dezembro de 2009. No total, a companhia conseguiu R$904,6 milhões para os empreendimentos junto ao Bando Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e ao Banco do Nordeste (BNB). O montante representa aproximadamente 77% do total de investimentos previstos, que chega a R$1,17 bilhão. 
Os parques Pajeú do Vento, Planaltina, Porto Seguro, Nossa Senhora da Conceição, Guirapá, Serra do Salto, Guanambi, Alvorada e Rio Verde foram aprovados pelo BNDES e receberão R$588,9 milhões. O financiamento, que representa cerca de 74% do total previsto para os projetos, terá até dois anos de carência de juros e 16 anos de prazo de amortização. Esses parques totalizam 195,2MW de capacidade e 84MWmédios de energia firme contratada. 
Os outros cinco parques da Renova obtiveram R$315,6 milhões junto ao Banco do Nordeste, sendo R$183,7 milhões dentro da linha FNE Verde e R$132 milhões na linha PSI-Finame do BNDES. O total liberado representa em torno de 80% do orçamento previsto para as usinas eólicas, que somarão 99,2MW de capacidade e 43MWmédios. 
Juntos, os 14 parques vão totalizar 294,4MW de potência instalada e contarão com turbinas eólicas da GE. As obras civis serão tocadas por um consórcio formado entre Queiroz Galvão e Mercurius Engenharia, enquanto o pacote eletromecânico será contratado junto à ABB. A previsão é de que as usinas iniciem a operação em 1º de julho de 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário