quinta-feira, 3 de março de 2011

Concluído, parque eólico de Tramandaí aguarda apenas transmissão

Usina de 70MW no Rio Grande do Sul está em fase final de obras de subestação e montagem de LT
O parque eólico de Tramandaí, no município de mesmo nome, no Rio Grande do Sul, está com as obras civis e montagem dos equipamentos totalmente concluídas. Também já foram terminadas as obras civis da linha de transmissão que vai conectar a usina à rede. As únicas pendências são a subestação, que está 90% pronta e a montagem da LT. A previsão é de que a operação tenha início em maio deste ano.
O empreendimento, com 70MW de capacidade instalada, pertence à EDP Renováveis e teve início das obras em 15 de março do ano passado. O projeto foi viabilizado pelo Programa de Incentivo às Fontes Alternativas de Energia Elétrica (Proinfa) do governo federal e tem contrato de venda de energia assinado por 20 anos, com início de suprimento em 2011. O investimento estimado na usina é de R$300 milhões, sendo que o BNDES financiou R$227 milhões desse total.
A EDP também divulgou nesta quinta-feira (3/3), em seu balanço, o andamento da obra da termelétrica Porto do Pecém I, que utilizará carvão mineral importado como combustível. A usina, com 725MW, comercializou energia no leilão A-5 de outubro de 2007, com início do suprimento em janeiro de 2012. A conclusão do empreendimento, porém, está bastante próxima.
Segundo a EDP, 87,7% do cronograma físico do projeto já foi terminado. Também já foram compradas 770 mil toneladas de carvão para uso em testes, comissionamento e início de operação - material que será aportado em abril deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário