terça-feira, 9 de novembro de 2010

MME aprova diretrizes para leilão de ICGs em 2011

Certame vai licitar linhas de transmissão para início de operação em 2013
O Ministério de Minas e Energia publicou nesta segunda-feira (8/11) portaria que aprova as diretrizes para o leilão de ICGs - Instalações de de Transmissão de Interesse Exclusivo de Centrais de Geração para Conexão Compartilhada. O certame deverá ser realizado em 2011 pela Agência Nacional de Energia (Aneel). A agência irá abrir, ainda neste ano, chamada pública para os empreendimentos que quiserem se beneficiar das ICGs.
As ICGs, que são centrais compartilhadas para a transmissão de energia, foram uma solução desenhada pelo governo para conectar à rede usinas eólicas e a biomassa instaladas em locais mais distantes. Nesse certame, a intenção é viabilizar a conexão de empreendimentos que participaram de leilões realizados neste ano. As ICGs a serem licitadas serão definidas pelo MME após a realização da chamada pública pela Aneel e terão início da operação comercial marcado para setembro de 2013.

Comentário: Me parece muito tardia esta portaria. No caso das eólicas, a publicação da chamada pública seria desnecessária uma vez que faz parte da habilitação dos projetos junto a EPE a comunicação de interesse de conexão através de ICGs. A metodologia mudou do leilão de dezembro de 2009 para os leilões de agosto de 2010 e, acredito, gerou insegurança em muitos investidores. Por mais que saibamos que a conexão pode ser considerada um custo marginal no investimento, é inegável que este tipo de indefinição pode com certeza inviabilizar muitos projetos.

Um comentário:

  1. O meu comentário é uma mistura de reclamação e de propaganda
    A reclamação é referida ao fato que quando se fala de eólica: se fala de geradores, leilão, linhas. Mas nuca se fala dos proprietários ou das propriedades aonde vão ser instalados os parques eólicos, nunca se fala dos contratos, ou da maneira de contratar.
    É triste, parece que eu, que sou legitimo proprietário de mil hectares em Touros RN, não existo.
    Os proprietários continuam entregando documentação, negativas, geo-referenziamentos e quanto mais, recebendo em troca contratos absurdos e leonino.
    Tem muita especulação, poça clareza e poça defesa.
    Por isso a mia propaganda, para ver se existe uma empresa seria, interessada em comprar ou locar um terreno, totalmente legal, em mia posse direta, mansa e pacifica ( moro na fazenda) denominado Fazenda ABBALLE situada em touros RN. abballe@bol.com.br 84 99696353
    O local é posicionado a 147 de altitude, em leve declino ao mar, que é distante 23 km, baixíssima vegetação, inferior a 2m ate a praia, Neuma construção no horizonte, solo compacto arenoso muito drenante, e o que é mais importante com muito vento o ano todo. E mais, água mineral em abundancia, eletrificada 150000 volt, asfalto na porta, cercada de estrada, inúmeras estradas internas, pasto carroçável com qualquer clima, carroçável em qualquer canto e com qualquer carro, com qualquer clima.
    Giuseppe Gelardino Abballe

    84 99696353 abballe@bol.com.br

    ResponderExcluir