segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Abengoa e Banco Santander vão construir parques eólicos no Brasil

Grupos espanhóis formam joint venture para a instalação de três usinas no Ceará que somarão 64MW de potência
A elétrica Abengoa e o Banco Santander firmaram uma joint venture para a construção e operação de três parques eólicos no Ceará. As companhias, ambas espanholas, viabilizaram essas usinas, que somam 64MW de potência, no último leilão de energia promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em agosto.
Com expertise no setor elétrico brasileiro, a Abengoa será a responsável pela construção, operação e manutenção das plantas durante os vinte anos de concessão. Segundo comunicado da companhia, as usinas produzirão energia suficiente para abastecer 200 mil pessoas e evitar a emissão anual de mais de 400 mil toneladas de CO2 na atmosfera.
A Abengoa ainda destaca que, em março, já havia acertado a entrada no mercado eólico do Uruguai. Na ocasião, a companhia viabilizou a construção de um parque de 50MW na localidade de Peralta, em Tacuarembó, por meio de leilão promovido pela UTE, a estatal local de energia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário